Publicações

19 de setembro de 2021

O componente mais fantástico de uma economia de mercado: o sistema de preços

O sistema de preços aloca os recursos de forma que eles sejam utilizados da maneira mais racional possível, de modo a evitar desperdícios e más alocações. Qualquer controle de preços, por mais trivial que pareça, irá inevitavelmente perturbar e descoordenar todo esse complexo arranjo.
5 de setembro de 2021

Como o agigantamento do governo nos divide e nos deixa menos civilizados

A cooperação espontânea e informal do mercado, que gera benefícios mútuos para todos os participantes, foi substituída por uma mentalidade estatista, a qual busca garantias e só as encontra no poder formal do estado.
22 de agosto de 2021

Roger Scruton é o herege de que precisamos

O conservador é por natureza desconfiado de grandes ideias, mas tais ideias são vistas como a própria moeda da filosofia. Scruton lutou com esse enigma ao longo de sua carreira, encontrando maneiras de justificar os instintos sensatos de pessoas sensatas, contra mentiras inteligentes contadas por tolos brilhantes.
15 de agosto de 2021

Como ganhar dinheiro

Você pode perfeitamente deixar de ser pobre. O processo é simples, mas muito trabalhoso. Exige sacrifício e dedicação. Mas qualquer um pode fazê-lo. Você está?
1 de agosto de 2021

Por que a concorrência é louvada nos esportes e condenada no mercado?

Por que as pessoas adoram a concorrência nos esportes, mas têm medo dela no mundo do comércio? A resposta é aquele problema que sempre assombrou a história da humanidade: ignorância econômica.
25 de julho de 2021

Quem realmente cria monopólios, oligopólios e cartéis?

Muita gente até hoje se surpreende ao descobrir que o caminho do crescimento econômico sustentado depende muito mais do laissez-faire do que do mexer, revirar e reordenar. Entender as raízes do monopólio talvez ajude o leitor a perceber isso.
18 de julho de 2021

Relembre 20 obras que o BNDES financiou em outros países com o dinheiro dos brasileiros

O BNDES financiou portos, estradas e ferrovias — não no Brasil, mas em diversos países ao redor do mundo com recursos advindos das arrecadações do PIS/PASEP e do endividamento do Tesouro, ou seja, da inflação monetária. Quem pagou foi o cidadão brasileiro.
17 de julho de 2021

O Mercosul representa um verdadeiro embargo econômico ao Brasil

O Mercosul é uma união aduaneira. Isso significa que, em tese, os países membros devem eliminar todos os obstáculos alfandegários e para-alfandegários ao comércio recíproco. Criou-se dessa forma o Brasil autárquico, tal qual um extenso castelo medieval, isolado e condenado à falta de competitividade internacional.
10 de julho de 2021

Uma pequena amostra do socialismo brasileiro, em números

A propriedade privada se tornou algo totalmente relativo, pois é o estado quem efetivamente fica com a maior parte dos retornos gerados por ela.
4 de julho de 2021

“Não comemos PIB!”, gritam. Não é bem assim! A criação de riqueza deve ser premiada, e não punida!

A frase "não comemos PIB" é literalmente correta e bastante útil para apontar que existem coisas que o PIB não capta bem. Porém, a frase se torna enganosa quando usada para tirar relevância de uma queda ou de um aumento do PIB.
27 de junho de 2021

Por que é impossível acabar com a pobreza por meio da redistribuição de renda e riqueza

Dizer que a pobreza se resolve com redistribuição de renda e de riqueza, e sem crescimento econômico, é trapaça intelectual. A única coisa que teríamos seria a redistribuição da miséria.
20 de junho de 2021

Os passaportes de vacina e a expansão de poderes dos regimes

Aqueles que estão agitando por vacinações coercitivas estão simplesmente ameaçando todo este progresso ao solapar a confiança do público nas vacinas
Ajuda? Chat via WhatsApp