MCTIC e MME constituem grupo de trabalho para CT&I em mineração e energia

Com queda da Selic, bancos anunciam redução de taxas de juros
11 de dezembro de 2019
Boris Johnson sai vitorioso das eleições no Reino Unido
13 de dezembro de 2019

MCTIC e MME constituem grupo de trabalho para CT&I em mineração e energia

Foto: Márcio Nascimento - ASCOM-MCTIC

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Ministério de Minas e Energia (MME) assinaram portaria interministerial para instituir um grupo de trabalho, denominado CTIME, que vai propor a governança das atividades de ciência, tecnologia e inovação nos setores de mineração e energia. Assinaram a portaria em uma cerimônia realizada no auditório do MME, em Brasília, o ministro do MCTIC, Marcos Pontes, e o ministro do MME, Bento Albuquerque.

Em sua fala no evento, o ministro do MCTIC ressaltou a importância de terras raras, mineração e energia e que o ministério é uma ferramenta que pode ajudar a desenvolver o potencial econômico desse setor. “O presidente Bolsonaro desde o início do ano vem falando a respeito de nióbio, grafeno e outros materiais avançados”, lembrou o ministro. “Ele sabia da importância desses materiais estratégicos para o país e o quanto isso pode melhorar nosso desenvolvimento econômico e social”.

O ministro do MME destacou a importância do evento, afirmando que a portaria vai auxiliar a aplicação de recursos de pesquisa no setor de mineração e energia. “Todos nós, responsáveis pelas políticas públicas do setor, sabemos da importância da tecnologia e da inovação para que as políticas sejam implementadas e que os resultados para a sociedade venham na forma de segurança energética, minerais que usamos no dia a dia”, disse. “São a ciência e a tecnologia que vão nos ajudar a transformar nossas commodities em produtos de valor agregado. ”

Entre as atribuições do CTIME, estão a identificação de modelos de governança, proposição de um plano de trabalho e submeter aos ministros subsídios para as atividades do grupo de trabalho. O CTIME terá a duração de 45 dias a partir da data de publicação da portaria, ao fim dos quais será apresentado o plano de trabalho contendo proposta de governança, diretrizes e ações para compartilhamento e disseminação de informações.

ASCOM MCTIC